domingo, 10 de junho de 2012

NECESSIDADE DO EXEMPLO

Certa feita, Kasturba, a esposa de Gandhi, resolveu levar a presença do seu marido um velho amigo cuja saúde muito a preocupava. Sendo um senhor de idade avançada e não seguindo os conselhos médicos para diminuir a quantidade de sal na sua alimentação, a senhora Gandhi decidiu levá-lo para aconselhamento junto ao seu esposo, confiante que estava na energia contagiante e na palavra sábia do líder, que a todos sempre tocava.

Logo após uma das suas longas meditações, Gandhi recebeu a parceira acompanhada do amigo que, ensimesmado, comparecia àquele encontro.
Quebrando o silêncio, a senhora Gandhi falou: "Eis aqui o amigo teimoso do qual te falei. Tendo a saúde abalada por causa da grande quantidade de sal que ingere, ele se nega a passar por uma reeducação alimentar. Assim, resolvi trazê-lo aqui para que você, com a autoridade dos seus exemplos, o persuada a tal cometimento."
Todavia, para grande surpresa da sua esposa, Gandhi estranhamente empalideceu. Silenciou por alguns momentos e, frustrando todas as expectativas, respondeu timidamente: "Por favor, voltem daqui há um mês."

Algo contrariada, Kasturba retirou-se e esperou um mês para retornar com o amigo.
Ao reencontrar-se com o esposo, passados os 30 dias, a postura dele em relação a necessidade do enfermo foi totalmente inversa.
Gandhi falava, entusiasmado: "Senhor! Para o seu próprio bem, diminua a quantidade de sal na sua alimentação, a fim de que você possa adquirir maior qualidade de vida, sendo útil aos seus semelhantes!" 
E, por longo tempo, dialogou eloqüentemente com o homem, logrando finalmente convencê-lo.

Ao final da conversação, após a saída do amigo, a senhora Gandhi questionou o marido, confusa: "Não entendi a sua postura. O problema do meu amigo era o mesmo que o do mês passado. Logo, você poderia ter dado a mesma resposta que o ofereceu hoje. Por que você nos fez esperar todo esse tempo?"
Ao que Gandhi concluiu: "É que no mês passado eu também comia muito sal."

Bruno Gomes
09/06/12

* Inspirado em um fato real.